Logo

4585 - INFFLUËNCIA DA EVOLUÇÃO COSTEIRA HOLOCËNICA NA OCUPAÇÃO POR GRUPOS SAMBAQUIEIROS - Resultados das Prospecções Arqueológicas nas Regiões Litorâneas dos Estados de Sergipe e da Bahia no Nordeste do Brasil.

As zonas costeiras são uma das áreas mais dinâmicas do planeta, apresentando-se em constante mudança. Pesquisas realizadas mostram que a costa leste brasileira, no decorrer do Quaternário, esteve submetida a importantes flutuações do Nível Relativo do Mar ocorrida por volta de 5.600 anos A.P., quando os ambientes lagunares atingiram sua expressão máxima. A maior evidência da presença pré-colonial que ocuparam a região costeira, são os sítios arqueológicos denominados de sambaquis costeiros. Buscando identificar as áreas potenciais à instalação de grupos sambaquieiros na costa de Sergipe e da Bahia, propôs-se usar uma abordagem pouco usual na arqueologia brasileira que é a de utilizar, como ponto de partida, uma compreensão da evolução da zona costeira nos últimos 5.600 anos A. P., para orientar a prospecção arqueológica na busca dos sítios sambaquis. Os trabalhos de prospecção realizados resultaram na descoberta de sítios arqueológicos do tipo sambaqui no litoral Norte do Estado da Bahia que foi estudado quanto a sua formação e ocupação do espaço. Este estudo torna-se relevante ao possibilitar o aumento de informações referentes ao seu ambiente físico e as transformações experimentadas pela zona costeira durante o Holoceno e suas repercussões na ocupação pré-coloniais da região.

Palabras claves: Sambaqui, Pré-Colonial, Arqueologia, Evolução Costeira.

Autores: Amancio-Martinelli, Suely (Universidade Federal de Sergipe - UFS, Brazil / Brasilien)
Co-Autores: Márcia Barbosa da Costa Guimarães - Núcleo de Arqueologia da Universidade Federal de Sergipe/UFS, Brasil

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575