Logo

10103 - A CERÂMICA TUPINAMBÁ E AS IDENTIDADES NO PERÍODO DO CONTATO NO SEMI-ÁRIDO DO NORDESTE DO BRASIL

Os contextos de contato no Nordeste do Brasil foram estudados com base em analogias históricas diretas através de descrições de tipos de artefatos. Esses artefatos têm se prestado a interpretações fundamentadas no resultado de mudanças em contextos de interação, como o discurso da rápida substituição de cultura material indígena com a inserção de elementos europeus ou o desaparecimento de tipos de artefatos. O estudo do contato centrado na mudança ou substituição desses objetos tem motivado a percepção de culturas estáticas que se estende até a pré-história negando a leitura de contextos culturais, sociais e materiais complexos que antecedem na maioria das vezes a chegada de europeus. Assim, arqueólogos têm explicado a mudança a partir de tipologias, sem considerar que os contextos de interação possuíam agentes ativos que podem ter influenciado na emergência de novas identidades, na manutenção de antigas formas sociais e na reafirmação das mesmas, com a cultura material como mantenedora de estruturas sociais anteriores ou propiciando e promovendo a mudança. A cerâmica Tupinambá encontrada nesses contextos tem tido um papel primordial na reafirmação de discursos de mudança, e é essa cerâmica que vem sendo encontrada em um dos sítios recentemente descobertos - a Aldeia da Serra de Macaguá I - no semi-árido do Brasil. Esses artefatos estavam em associação com miçangas de vidro azul, trazidas da Europa a partir do século XVI, para serem comercializadas com indígenas do território brasileiro. A simples presença desse artefato tem resultado em interpretações reducionistas como a explicação dele como marcador de mudança cultural ou a degeneração de grupos indígenas face o contato. Consideramos que o estudo contextual desses artefatos, como sua relação com as estruturas, vestígios e outros artefatos, além de tipologias, nos oferece indicadores da atuação da cultura material na formação de identidades flexíveis tanto do período histórico como em épocas anteriores ao contato.

Keywords: CERÂMICA TUPINAMBÁ ¿ CONTATO ¿ IDENTIDADE

Author: Sena, Vivian (UNIVASF, Brazil / Brasilien)

Back

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575