Logo

2895 - Memória e oralidade de imigrantes bolivianos em São Paulo: uma contribuição para a História da Educação

Este ensaio pretende contribuir com as pesquisas e debates sobre a História da Educação latino-americana, especificamente, com relação à utilização de fontes primárias, no caso em questão, os relatos orais, que coletamos e analisamos em nossa pesquisa sobre a educação escolar dos imigrantes bolivianos instalados na Grande São Paulo, que culminou com a dissertação de mestrado.  

Os depoimentos orais possuem o objetivo de imprimir um entendimento ampliado dos fatos e ações ocorrentes no cotidiano social a partir dos principais sujeitos históricos do objeto estudado. Importante salientar que utilizamos na pesquisa referida a História Oral como opção metodológica, uma vez que optamos pela busca do entendimento do cotidiano dos bolivianos e suas relações com a educação escolar por intermédio de entrevistas realizadas com determinados informantes selecionados de acordo com nossos objetivos.  

A análise das entrevistas se realizou por intermédio dos conceitos de habitus, campos e capital de Pierre Bourdieu, à medida que consideramos estes como primordiais para o entendimento das distinções e classificações sociais sobrevindas na existência desses indivíduos. Concomitantemente, a teoria das práticas cotidianas de Michel de Certeau, se fez presente no exame dos depoimentos, à medida que o cotidiano não é estanque como o sistema dominante apresenta como real, e sim, constituído de múltiplas alternativas que os indivíduos dominados utilizam para subverter a “ordem” imposta pelos detentores do “poder”.  

Dessa maneira, consideramos que a explicitação dos resultados obtidos em nossa pesquisa, conjugados com análises posteriores que estamos realizando com as entrevistas coletadas, possibilite estender a compreensão e o debate com relação ao binômio educação – imigração.    

Palabras claves: Educação, Oralidade, Imigração, Memória e História

Autores: Morais, Paulo (SEESP/UNICAMP, Brazil / Brasilien)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575