Logo

8039 - Grêmios Estudantis e Atuação Juvenil: Oralidade e Experiência Escolar

O trabalho tem o objetivo de apresentar, como parte de uma pesquisa com fontes orais (depoimentos de estudantes e dirigentes de escolas), a constituição de grêmios estudantis, em duas escolas da cidade do Rio de Janeiro, uma pública e uma privada, utilizando relatos de experiência de seus participantes, através da análise de entrevistas feitas em campo. No Brasil, o movimento estudantil esteve historicamente presente e atuante nos mais importantes episódios da vida social. Desde lutas abolicionistas até a Campanha das Diretas Já, a juventude brasileira foi retratada como politizada, conscientizada e marcada por uma forte militância política. A pesquisa visa investigar o significado da ação atual dos grêmios escolares, sobretudo identificando e caracterizando as motivações das atuais gerações para atuarem nestes espaços, seja a partir do diálogo com a gestão institucional e comunidade escolar, seja relacionado com movimentos sociais mais amplos (política, defesa de minorias, questões educacionais e ambientais entre outros). Nossa hipótese é que com base nas fontes orais se obtém inicialmente um rico acervo de questões para o entendimento sobre o movimento estudantil secundarista no século XXI.

Palabras claves: grêmio estudantil, oralidade, experiência escolar

Autores: Moura, Camila (Puc-Rio, Brazil / Brasilien)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575