Logo

8917 - ROTATIVIDADE DOCENTE, CULTURA ESCOLAR E POLÍTICAS PÚBLICAS

O presente artigo apresenta parte de minha Dissertação de Mestrado cujo foco de investigação foi à rotatividade docente na rede pública de ensino do Estado de São Paulo. Delimitou-se como campo empírico uma escola estadual de ensino fundamental e médio do município de Franco da Rocha, entre os anos de 1997 e 2006.  

A rotatividade docente foi verificada a partir da não permanência dos professores de diferentes estatutos profissionais: efetivos, estáveis e ocupantes de função atividade (OFAs), durante os meses do ano e nos sucessivos anos letivos do período investigado.  

A pesquisa identificou os níveis de rotatividade existentes na escola pesquisada e apresentou de que maneira esse fenômeno se associa às características do corpo docente em relação ao estatuto profissional de seus integrantes e às disciplinas sob sua responsabilidade, além de utilizar como critério para a coleta de dados, a realização de concursos públicos para a contratação de docentes para atuar no segundo ciclo do ensino fundamental e também no ensino médio (PEB II).  

Os resultados apontaram, entre outros itens, a existência da rotatividade docente na rede paulista de ensino, manifestada nas diferentes categorias profissionais que compõem o sistema estadual de ensino.  

Igualmente importante aos dados quantitativos apresentados, são as análises das entrevistas semi-estruturadas realizadas entre os professores que permaneceram ao longo do período pesquisado, as quais demonstram a representação social que esses possuem acerca desse elemento de precariedade do trabalho docente, manifestado cotidianamente no ambiente escolar.  

Acredita-se, portanto, que os resultados apresentados neste texto, possam inclusive contrariar o senso comum de que a estabilidade no emprego ocasiona a permanência.    

Constatou-se ainda a importância de se estudar a rotatividade docente, uma vez observado que as mudanças ocorridas no corpo docente das escolas interferem no processo de ensino-aprendizagem de formas distintas.    

Palabras claves: Rotatividade docente. Precarização do trabalho docente, Cultura escolar e Políticas Publicas.

Autores: Silva, Jadilson Lourenço (UNINOVE/SEESP-BR, Brazil / Brasilien)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575