Logo

11066 - Políticas públicas de segurança e infância: desafios para comunidades urbanas de baixa renda

Este trabalho é o resultado de uma pesquisa realizada nos estados da Bahia e do Rio de Janeiro, Brasil, que fez um levantamento sobre a percepção e a opinião de 185 entrevistados, residentes nas comunidades populares do Morro de Dona Marta/ RJ, do Morro dos Macacos/ RJ e Calabar/ BA, acerca das políticas de segurança pública. Por se tratar de um estudo de curta duração, foi imprescindível que a escolha do local de investigação se desse em comunidades onde a equipe responsável pelo trabalho de campo já tivesse acesso e contatos para atuar. Foram selecionadas três comunidades populares situadas em áreas urbanas: duas onde há políticas públicas de segurança, como as Unidades de Polícia Pacificadora, e uma onde ainda não há um programa dessa natureza. A ideia foi investigar os contrastes e os impactos dessas políticas na percepção de risco/segurança que têm os entrevistados. Por se tratar de um estudo relativo ao impacto de políticas de segurança na vida de crianças pequenas, elegemos os estabelecimentos educacionais como lócus privilegiado da investigação. Nesse sentido, entrevistamos pais e responsáveis pelas crianças nessas instituições. Ao optar por ouvir os moradores dessas comunidades sobre como experimentam a sensação de segurança, este estudo se afina com as vozes que afirmam a necessidade de se construir políticas públicas com a efetiva participação dos atores que são os seus principais beneficiários. Especialmente no caso de políticas de segurança pública, pois o longo histórico de omissão do Estado e de invisibilidade da população moradora em comunidades populares torna a necessidade de escuta uma ação prioritária, que precede intervenções baseadas, em grande parte, em um conjunto de estigmas e estereótipos a respeito dessa população. Ouvi-los foi o primeiro passo para se buscar implantar uma nova política pública de segurança baseada em valores consonantes com o ideal de cidadania plena, capaz de superar a idéia de “cidade partida” (VENTURA, 1995).

Palabras claves: Políticas públicas de segurança, educação e Infância

Autores: nunes, maria fernanda (universidade federal do estado do rio de janeiro, Brazil / Brasilien)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575