Logo

9812 - QUANDO A CIÊNCIA SE POPULARIZA: UM ESTUDO COMPARADO SOBRE A PROMOÇÃO DE UMA CULTURA CIENTÍFICA NO BRASIL E NA ARGENTINA (1928-1960)

A partir dos anos 1920, Brasil e Argentina tiveram um aumento nas iniciativas de divulgação científica, como artigos em jornais e revistas voltadas exclusivamente a divulgar inovações tecnológicas e descobertas da ciência. Tais revistas, de cunho popular, não serviam apenas para informar, mas promoviam valores, ideias e saberes que contribuíram para a formação de uma cultura científica na sociedade. Este trabalho apresenta uma análise comparativa sobre o processo de formação de uma cultura científica no Brasil e na Argentina a partir da análise dos periódicos brasileiros Ciência Popular e Ciência Ilustrada e dos títulos argentinos dentre os quais se apresenta a edição homônima da brasileira Ciência Popular e as edições da revista Hobby . Verificamos que a preocupação com a educação científica está presente nos periódicos analisados por meio de variadas propostas de difusão do conhecimento. Mais do que tornar a ciência e a tecnologia ao alcance da sociedade a intenção se dava também em desenvolver o aprendizado de se “pensar cientificamente”. O desenvolvimento de tal atributo desencadearia uma nova maneira de interpretar o mundo além de despertar vocações profissionais para a crescente industrialização de ambos os países. É importante destacar que a intenção pedagógica das revistas é reforçada pelos próprios artigos, temas, público-alvo e circulação, bem como pelas discussões acerca dos problemas da educação no país. Deste modo, estas publicações representam uma importante instância de mediação entre educação e a difusão dos conhecimentos científicos. Neste trabalho analisamos as diferentes argumentações e propostas presentes nas revistas para difusão da ciência. A presente comunicação apresenta alguns resultados parciais da pesquisa de doutorado em andamento. Coautor: Prof. Dr. Bernardo Jefferson de Oliveira

Palavras-chaves: Periódicos, Divulgação Científica, Educação Científica

Autores: Capella, Catarina (Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, Brazil / Brasilien)
Co-Autores: Oliveira, Bernardo (Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, Belo Horizonte, Brazil / Brasilien)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575