Logo

3353 - Gênero e o olhar fronteiriço: deslocamentos e múltiplas identidades nos marcos do sistema global

A partir da perspectiva da cultura e no contexto do atual sistema global a palavra fronteira desvencilha-se da idéia de limite de uma nação, um território definido à priori, espaço de conflitos entre as partes para ser pensada em outras dimensões capaz de enfrentar e rever as categorias herméticas, os binarismos e os papeis sociais normativos, prescritos. Dessa maneira é possível pensar as relações de gênero como um conjunto de jogos com possibilidades de rever as identidades assumidas que em situações distintas e conectadas à outros inúmeros processos de mudanças sociais nem sempre delimitam os lugares dos indivíduos ou fixam os papeis sociais sejam de homens e mulheres, levando os indivíduos a rever posicionamentos e partir para enfrentamentos. Há que levar em consideração os esgarçamentos sociais para além dos limites e sentidos impostos. Assim, a partir de um olhar denominado de fronteiriço é possível observar os sujeitos e as identidades em constantes mudanças , portanto móveis e se deslocando a todo momento em uma performance contínua de atuação, com tem demonstrado o estudo sobre a viuvez e as relações de gênero..

Palavras-chaves: Gênero - Cultura - Olhar Fronteiriço - Viuvez

Autores: Lidia , Possas (Universidade Estadual Paulista " Julio de Mesquita Filho" /UNESP , Brazil / Brasilien)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575