Logo

11579 - Os movimentos feministas brasileiros na luta pelos direitos das mulheres

Este trabalho reflete sobre o papel do movimento feminista no processo de redemocratização no Estado de São Paulo. Durante a maior parte da década de 1980, embora tenham origem e trajetórias muito anteriores, entram em cena o movimento de mulheres e os feministas, o movimento negro, os movimentos sociais do campo e o movimento dos povos indígenas, desvendando um processo que se refere à experiência democrática, ou seja, a existência de conflitos múltiplos e a assimilação do ser sujeito de direitos. O movimento feminista foi o primeiro a mostrar a viabilidade de desenvolver práticas democráticas de ação vinculadas a identidades diferenciadas demonstrando que o conflito/diálogo só se fazem se a ação for constantemente significada pelos participantes.Também trouxe à tona o modo como a sociedade brasileira vivia suas representações e organizava suas oportunidades sociais, segundo uma desigualdade ideológica, simbólica. Isto abriu uma nova forma de se relacionar o político e o social, pela modificação de sua cultura política. Numa sociedade duramente hierárquica e autoritária, criou uma “nova política”. Os movimentos sociais, dentre eles o feminista, abriram dois caminhos: o primeiro, por sua atuação na transformação da cultura política autoritária, obrigando à negociação, no espaço público. E, o segundo, pela força que nascia da sua articulação, ampliada pela associação com várias entidades civis (e seus assessores, intelectuais e juristas levando seus questionamentos às arenas públicas – em debates - com folhetos, artigos, peças teatrais, notícias em toda a imprensa, fóruns etc.), em ambos os caminhos era a sociedade brasileira que reivindicava os direitos humanos e da cidadania.

Keywords: Movimentos sociais, Gênero, Feminismos, Direitos Humanos.

Author: Tânia Suely Antonelli Marcelino, Brabo (Faculdade de Filosofia e Ciências-UNESP/Campus de Marília/Brasil, Brazil / Brasilien)

Back

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575