Logo

3341 - Na despedida da vida terrena: as preocupações do ¿brasileiro António Portela em meados do século XVIII

Com a descoberta do ouro brasileiro no século XVII acelerou-se um movimento de portugueses para o Brasil na esperança de uma conseguirem uma vida melhor. Nem todos os que partiram cumpriram o objectivo, mas António Portela quando em meados do século XVIII regressou do Rio de Janeiro era um homem rico e com poder na sua terra natal. Na hora da morte, procurou dispor dos seus bens de forma a garantia uma “boa passagem” e a deixar garantias de uma vida segura aos seus familiares, bem como a outros que lhe eram queridos. Neste estudo, procuramos analisar o seu testamento e verificar como dispôs da sua fortuna no momento de despedida da vida terrena. Daremos realce às suas disposições, à forma como procurou alcançar a salvação através da caridade, mas também às transformações que originou na vida dos seus herdeiros: o legados para dotes de casamento, os bens a familiares e aos seus negros, os legados para confrarias e as missas mandadas celebrar.

Palavras-chaves: Morte, ¿brasileiros¿, caridade, herança.

Autores: Lobo, Marta (Universidade do Minho, Portugal / Portugal)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575