Logo

5027 - Pela glória e honra da família e da pátria! Condição feminina e pedagogia cívica nas Brasileiras Célebres de Joaquim Norberto de Sousa e Silva

Entre as décadas de 1840 e 1870, a escrita de biografias adquiriu lugar e referencialidade entre as produções de letrados do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro. Ao assumir usos e funções específicas, na qualidade de textos que, tanto quanto a historiografia, cuidavam da elaboração da memória da nação do jovem Império do Brasil, as biografias também se fizeram presentes nas coletâneas em livros e nas páginas de periódicos. Houve, nesse aspecto, os que apostaram fortemente na escrita de histórias de vidas individuais, tomando-as como o gênero por excelência mais capacitado para informar e formar condutas e identidades.  

Em diálogo com essas premissas, nosso trabalho busca apresentar e analisar a obra “Brasileiras Célebres” , de autoria de Joaquim Norberto de Sousa e Silva (1820-1891). Publicada em 1862, reunindo esboços biográficos que, em alguns casos, já haviam aparecido na revista do IHGB, a coletânea, nas palavras de seu autor, era principalmente destinada à “educação das moças”. Interessa-nos problematizar esse objetivo por meio da identificação dos valores enaltecidos nessas narrativas, os quais estabeleceram uma espécie de pedagogia cívica e um lugar particular para a condição feminina entre as ações de engrandecimento da família e da pátria brasileiras.

Keywords: pedagogia cívica, Império do Brasil, Biografias, condição feminina, identidade nacional

Author: Gonçalves, Marcia (UERJ, Brazil / Brasilien)

Back

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575