Logo

3313 - O impacto dos ¿brasileiros¿ na assistência a nível local: o legado de Bento da costa Tição (séculos XVII-XVIII)

Nascido em Ponte de Lima (Norte de Portugal), Bento da Costa Tição partiu jovem para o Brasil, onde se dedicou ao comércio de armas, tabaco, açúcar e panos e enriqueceu. De regresso a Portugal em finais do século XVII (morreu em 1695), o “brasileiro” manteve uma intensa actividade comercial com o Brasil até perto da sua morte. Bento da Costa Tição morreu solteiro e detentor de uma fortuna considerável que deixou à Misericórdia de Ponte de Lima.

Neste trabalho propomo-nos estudar o seu legado, bem como a gestão feita pela confraria. Analisaremos os sectores de assistência privilegiados, os pobres contemplados e o impacto da sua herança na confraria.

Para este estudo usaremos as seguintes fontes: o seu testamento e o livro dos bens da sua herança, bem como os livros de actas da Santa Casa.

Palabras claves: Ponte de Lima, brasileiros, legado.

Autores: Barbosa, António (Universidade do Minho, Portugal / Portugal)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575