Logo

6035 - Periodismo radical nos anos 70 do século XIX: projetos e interpretações entre o Brasil e Portugal

A segunda metade do século XIX assistiu a uma enorme profusão de meios e suportes públicos (periódicos, cátedras, grêmios, associações políticas diversas, etc.). Tais suportes poderiam ancorar as aspirações dos homens de cultura, destacados aqui Portugal e Brasil, na divulgação de suas representações da nação e de suas visões de mundo e, dessa forma, conduzir a sua utopia de superar o atraso/decadência indicando à população o caminho para a modernização, além de apontar possíveis sociabilidades entre esses mesmos homens. O tema das possibilidades de modernização de suas nações e de superação dos conteúdos do atraso, como a pobreza, o analfabetismo e o clientelismo político, inspirava a todos. As Farpas, Os Ferrões, O Besouro, La Defensa de la sociedad, Solidaridad, são exemplos de periódicos que se configuraram como espaços de luta e de expressão de radicalismo nos anos 70 e 80 do século XIX. Mesmo conteúdos conservadores advogavam certa ação radical que se prestava à interpretação e sugestão revolucionária na conquista da modernidade projetada. Indagavam-se os intelectuais, os políticos, os jornalistas, os editores, os homens de cultura em geral, sobre as características da cultura ibérica e suas especificidades contemporâneas. A investigação histórica e a perscrutação da cultura dos povos ibéricos encetada pelos letrados no período sugerido indicariam o caminho para a compreensão das complexas relações entre arcaísmo e modernidade que entre eles se estabeleceram, assim como permitiria compreender os sentidos da “decadência” discutida. A comunicação proposta tem por objetivo discutir os projetos e interpretações para o Brasil e para Portugal apresentados nas páginas do periódico O Besouro. Editado na corte brasílica pelo brasileiro José do Patrocínio e pelo português Rafael Bordalo Pinheiro, ambos participantes dos debates da Geração de 70 nos seus respectivos países, o periódico se caracterizou como importante instrumento de rotinização dos conteúdos aqui sumariados.

Palabras claves: Portugal, periódicos, modernização, nação, Brasil

Autores: Lana Nemi, Ana Lúcia (UNIFESP, Brazil / Brasilien)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575