Logo

8612 - A construção do modelo venezuelano de desenvolvimento como movimento anti-sistêmico

O objetivo do artigo é analisar as três fases do projeto de desenvolvimento do governo Chávez como parte da crise da economia-mundo capitalista. Primeiro, há um projeto nacional-desenvolvimentista ancorado no setor petroleiro que se mostra inviável pela radicalização da oposição empresarial alinhada aos interesses externos. Na segunda, há uma estratégia centrada econômica e socialmente no Estado, a renda petroleira antes apropriada apenas pela burguesia, agora é distribuída aos setores populares através das políticas sociais. Na terceira fase define-se o marco legal para fortalecer o protagonismo popular nas instituições estatais e para a criação da economia comunal. Por um lado, se estrutura assim um verdadeiro movimento anti-sistêmico e se define as bases para a construção do modelo venezuelano de desenvolvimento. Por outro lado, o projeto venezuelano se viabiliza nas margens da crise da economia-mundo capitalista centrada nos EUA, portanto dentro das transformações sistêmicas em curso.

Palabras claves: Venezuela, desenvolvimento, economia-mundo

Autores: Alves do Carmo, Corival (IPEA -Venezuela, Brazil / Brasilien)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575