Logo

7498 - Do Oriente ao Atlântico: a circulação de homens e de mercadorias. 1680-1701

A presente proposta de trabalho tem por objetivo o estudo da circulação de homens e mercadorias entre as partes atlântica e oriental do império poruguês, nas útimas décadas do século XVII. Para tanto, privilegia a trajetória administrava de alguns ministros régios que exerceram as suas atividades nessas duas áreas, com destaque para aqueles que ocuparam o posto de vice-rei da Índia e também governador-geral do Brasil, a saber: Antônio Luís Gonçalves da Câmara Coutinho, Rodrigo da Costa, Pedro de Noronha. No entanto, não foram só os homens que circularam. As mercadorias também desempenharam importante papel na ligação entre as duas principais partes do império português. E, nesse sentido, o tráfico de escravos surgiu como principal eixo dessa ligação. Sendo assim, para além da simples circulação dos ministros régios pelo império a presente proposta busca também perceber o papel desempenhado por esses ministros na viabilização desse tráfico, logo da circulação de mercadorias. Circulação essa feita muitas vezes através da carreira das índias. Para tanto, a correspondêcia ativa e passiva desses ministros, bem como os pareceres produzidos no âmbito do conselho ultramarino a propósito da negociação para a abertura do comércio entre o Atlântico e o Oriente, serão privilegiadas como principal corpus documental a sustentar o trabalho.

Palabras claves: império ultramarino português, tráfico de escravos, carreira das índias, ministros régios, circulação

Autores: Santos, Marilia (Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brazil / Brasilien)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575