Logo

3901 - Bibliotecas Particulares em Portugal e no Brasil (séculos XVII-XVIII)

O Contributo das Fontes Inquisitoriais

Partindo de inventários de bens inseridos em processos da Inquisição movidos a cristãos-novos nos séculos XVII e XVIII pretendemos explorar esta documentação a partir do pressuposto metodológico que entende a cultura material associada à vida social e à vida prática das famílias procurando nas actividades do quotidiano o sentido do consumo. As possibilidades deste tipo de fontes são múltiplas, mormente a reconhecida importância e riqueza informativa dos inventários de bens para o estudo do entesouramento, do luxo, do coleccionismo, dos níveis de vida e dos padrões de consumo na Época Moderna, perscrutados pela posse de escravos e de bens de luxo – peças de vestuário e de adorno, nomeadamente jóias; mobiliário e outro recheio da casa, como roupa de cama e de mesa, pratas, alfaias litúrgicas, livros, instrumentos musicais, diversos objectos de colecção, carruagens e outros. Efectivamente, os inventários de gente abastada permitem, inclusivamente, perceber a introdução de novos objectos no património familiar e a presença de peças de vários espaços ultramarinos, como por exemplo mobiliário confeccionado com madeiras exóticas asiáticas e brasileiras, jóias de ouro e gemas, em especial durante o século XVIII, mas com antecedentes claros ainda na centúria anterior.

É neste contexto que a partir de 550 inventários se pretende avaliar, sob a óptica da história da cultura em geral e da leitura em particular, quantos inventários movidos a réus processados pelo Santo Ofício contêm informações relativas a livros, que livros são referidos, quais as profissões e os estatutos de seus donos, quais as diferenças e as semelhanças entre estas realidades em Portugal e no Brasil. Em suma, quem lia, o que se lia, como se lia, quando se lia e quantos livros eram objecto de leitura sem esquecer o valor das bibliotecas em causa.

Palavras-chaves: Livros, bibliotecas, Portugal, Brasil, séculos XVII-XVIII

Autores: Braga, Isabel Drumond (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Portugal / Portugal)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575