Logo

7571 - 1947 e o Anticomunismo: A inserção da Guerra Fria no Brasil

Este artigo propõe desvendar como a Guerra Fria se materializou no Brasil após o fim da Segunda Guerra Mundial. Nos primeiros anos da Guerra Fria, que compreendem o fim da gestão de Getúlio Vargas e o governo do General Dutra, as inflexões na política interna e externa do país expressaram a influência dos Estados Unidos e as diferentes percepções de como se posicionar frente ao mundo bipolarizado.

As negociações e acordos realizados no terreno da diplomacia nos inúmeros encontros durante a Segunda Guerra, deram lugar a hostilidade e embates discursivos violentos. Era o início do que Bernard Baruch posteriormente batizou em abril de 1947 como “Guerra Fria”. George F. Kennan, conselheiro da embaixada dos Estados Unidos em Moscou, também em 1947, escreveu um artigo publicado sob o pseudônimo de Mr. X Paper, em que desenvolveu a noção de Containment ou Política de Contenção. Pensada como uma estratégia numa situação de guerra não declarada, a contenção era uma reação atenta aos movimentos soviéticos.

No Brasil, o principal aspecto da Guerra Fria, o anticomunismo, se apresenta nas diversas esferas: política, econômica, cultural, e determinou o posicionamento do país como alinhado dos EUA. Em 1947, uma sucessão de eventos, como o rompimento diplomático com a URSS e a cassação do Partido Comunista, de maneira direta ou indireta, culminou na consolidação de um tipo de discurso anticomunista que construirá as bases de justificativa da maior ruptura democrática do século XX, o golpe militar de 1964. O ajustamento do governo brasileiro aos interesses da maior potência mundial, que deliberadamente buscou o controle e a hegemonia no pós-guerra, não gerou os dividendos desejados, mas fez surgir uma nação que aprendeu o sentido do American way of life.

Palavras-chaves: Capitalismo, Anticomunismo, Brasil, EUA., Guerra Fria

Autores: Grisolio Mendes, Lilian Marta (PUC-SP, Brazil / Brasilien)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575