Logo

4524 - A Circulação de ervas e especiarias no império-português: usos e saberes culinários e medicinais

O intercâmbio de plantas e sementes utilizadas como temperos ou com fins terapêuticos foi intenso e permanente entre as partes do império português ao longo de sua existência. Várias experiências foram feitas na América portuguesa para aclimatar plantas orientais e vice-versa. Com base em tratados científicos, memórias da Academia de Ciências de Lisboa, receituários de cozinha e farmacopéias pretende-se refletir sobre esse intercâmbio comercial e cultural no século XVIII. Visa-se realizar a análise dos usos e saberes relacionados a algumas plantas tropicais entre essas, as chamadas “drogas do sertão” quer fossem fruto da prática extrativista no norte do Brasil, quer da produção agrícola nessa e em outras regiões da colônia americana.

Keywords: culinaria, terapeutica, especiarias, intercambio cultural

Author: algranti, Leila (Universidade Estadual de Campinas, Brazil / Brasilien)

Back

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575