Logo

4813 - Passagens do ato à arte em Rosa, Graciliano e Picasso

Este trabalho pretende examinar e equacionar razões e contextos que possibilitaram o desencadeamento de várias formas de crueldade, em que se matam homens e animais, estes ainda mais indefesos que aqueles. Nosso enfoque estético vai do regionalismo ao hiper-regionalismo brasileiro, das vanguardas européias ao cubismo de Picasso. Sob o influxo da herança regionalista de Graciliano Ramos, das vanguardas em geral e, em especial do painel Guernica, Guimarães Rosa irá ficcionalizar, em Grande sertão: veredas, “o mal da jagunçagem”, um equivalente das atrocidades nazi-fascistas na América Latina e principalmente no Brasil. O pano de fundo histórico e político do romance rosiano é a República brasileira, bem como o tropeçante processo de modernização tardia do Brasil e da América Latina em geral. A convergência estética e política de Rosa com Picasso, sobretudo com seu Painel Guernica torna-se mais patente no episódio da “Matança dos cavalos” do romance Grande sertão: veredas. Encomendado a Picasso por republicanos espanhóis, o painel se tornou um manifesto estético contra o nefasto bombardeamento de Guernica (antiga capital do País Basco) por aviões alemães, que, durante a Guerra Civil Espanhola, apoiavam Franco, então ditador espanhol. Finalmente, O diálogo com Graciliano, a partir do romance testemunhal Memórias do Cárcere, se patenteia na apropriação de Rosa ao contexto das prisões oriundas da ditadura de Getúlio Vargas, bem como na correspondência metafórica do cárcere com os campos de concentração nazi-fascistas. Os detentos dos cárceres do Estado Novo são submetidos a toda sorte de violência e torturas, a crescente processo reificação e bestialização. Desse cenário, irrompe imagem do “curral de arame farpado”, onde, como “gado” e outros “bichos”, os condenados “sem nenhum processo”, se acham confinados à espera do abate.

Palabras claves: testemunho, violência, trauma, regionalismo e vanguarda

Autores: Oliveira Fantini Scarpelli, Marli (Universidade Federal de Minas Gerais, Brazil / Brasilien)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575