Logo

4363 - Construções factitivas do caxinauá: agente +volitivo/-volitivo

Em caxinauá, dois sufixos verbais representam a construção factitiva: -ma remete a um factitivo em que o sujeito causador afeta um outro actante que será o agente ‘efetivo’ da ação e –n indica uma ação desencadeada pelo paciente. Contrariamente ao –ma, o sufixo –{a}n expressa que o agente efetua uma ação involuntariamente.

1) en piai Vou comer.
2) en pimaai Mando dar de comer (a alguém).
3) en pianai Vou comê-lo.

Com o sufixo –ma, o sujeito causador expressa uma orientação subjetal, ao passo que com o sufixo –n prima uma orientação objectal. Este estudo propõe uma análise do grau de agentividade causada por esses operadores morfológicos factitivos presos tanto em adjetivos como em verbos de categorias distintas (intransitivos, transitivos e bitransitivos).

Palabras claves: construção factitiva, agente, volição, caxinaua, pano

Autores: Camargo, Eliane (EREA-cnrs, France / Frankreich)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575