Logo

8905 - CINE DOCUMENTAL INDÍGENA NO BRASIL: criação, protagonismo, reflexões e perspectivas

O foco deste trabalho é o estudo da imagem que os indígenas produzem de si mesmos como produtores e protagonistas do cine documental indígena brasileiro. Filmes como Birdwatchers (2008), com direção do chileno Marcos Bechis, que tem como fio condutor a perplexidade do contato com o “Outro” e iniciativas como o projeto Vídeo nas aldeias, que promovem a formação de novos realizadores/cinestas indígenas, fomentam outras possibilidades para os Povos Originários, como a necessidade de ampliar o uso e criação audiovisual e a utilização do gênero documentário como reflexo da interpretação do próprio “sujeito-autor” autóctone sobre a sua cultura e as demais.

É importante enfatizar que estas produções audiovisuais englobam aspectos sociais destas comunidades que são especialmente traduzidos nos mecanismos de seleção do realizador/cineasta indígena, e na forma em que são utilizados estes filmes como recurso didático e reinvindicação de direito.

Palavras-chaves: Povos Originários, Cine documental, Auto afirmação

Autores: Foscaches, Guimarães (Universidade de Salamanca, Spain / Spanien)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575