Logo

8886 - From Collective Security to Cooperative Security: the challenge of regional integration in the South American Region

Nos dias que correm não há como se pensar segurança em qualquer nível sem referência à idéia de que as ameaças são socialmente construídas por meio de discursos de atores significativos nas mais diversas esferas, passando pela aceitação do público. Para os fins que aqui nos interessam, trabalharemos com a noção de complexo regional de segurança (regional security complexes/RSC) e o entendimento de que se a segurança continental ou hemisférica foi historicamente pensada em termos de segurança coletiva, esta por seu turno difere substancialmente do conceito de segurança cooperativa, atualmente em tentativa de estruturação no espaço sul-americano.

Nessa direção, fatores endógenos e exógenos bem como elementos conjunturais e estruturais precisam ser levados em conta para uma melhor caracterização das ameaças e oportunidades que se desenham. O spillover decorrente do recente crescimento acelerado do Brasil trouxe notícias alvissareiras para a região, mas igualmente fez crescer a desconfiança frente a uma possível consolidação de sua hegemonia neste espaço (no mais das vezes apresentada sob a forma do eufemismo “liderança”), como revelam recentes documentos trazidos à público pelo WikiLeaks. O Mercado Comum do Sul/Mercosul e a União de Nações Sul-Americanas/Unasul, por seu turno, iniciativas em larga medida lideradas pelo Brasil, mostram que as políticas integracionistas avançam em diferentes velocidades, por vezes de forma mais acelerada no campo político – vide o Conselho de Defesa Sul-Americano –, porém seguido de um descompasso no campo econômico e de uma arquitetura institucional mais sólida capaz de dar suporte a uma integração mais profunda e profícua. Não obstante, nunca as possibilidades de cooperação foram tão grandes como na atual quadra histórica. Se as sociedades civil e política estão aptas a responder aos desafios no campo da segurança, é a tarefa a que se propõe o presente trabalho.

Palavras-chaves: Defesa, Complexo Regional de Segurança, Conselho de Defesa Sul-Americano, Integração Regional

Autores: Fuccille, Luís Alexandre (FACAMP e UNICAMP, Brazil / Brasilien)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575