Logo

6246 - Elites governamentais e dirigentes públicos no Cone Sul

Nas últimas décadas, os países do Cone Sul passaram por processos políticos similares, entre eles a redemocratização e tentativas de reforma do Estado que pretendiam reestruturar a dinâmica fiscal e o modelo de atuação e organização do setor público com vista a torná-lo mais transparente e eficiente vis a vis os direitos de cidadania. Este processo foi coincidente à chegada à presidência de representantes de partidos de cunho trabalhista e socialista (Chile, Argentina, Brasil e Uruguai) e interpretado por alguns analistas como um giro à esquerda da política sul-americana ou como mais uma retomada do populismo ou ainda como um processo pragmático de negociação política. Contudo, conduzidos em contextos institucionais e políticos específicos, essas mudanças se desenvolveram e modelaram a organização e o funcionamento do Estado de forma variada. Podemos afirmar que um dos impactos dessas trajetórias de reestruturação do Estado seria a reorganização da burocracia e sua relação com o governo e os partidos. Especificamente, essa questão refere-se à forma como cada governo preenche os cargos e postos públicos de confianças e maneja a estrutura administrativa do Estado. O tema nos remete aos critérios de mérito e à interferência política na composição da burocracia estatal. Este paper pretende avaliar a relação entre Estado, governo e sociedade nos países do Cone Sul nos últimos anos levando em conta critérios e padrões de recrutamento para os altos cargos de direção pública e suas conexões com a elite político-partidária no poder. Nossa preocupação é demonstrar a eficácia das mudanças nesse setor e aferir se governos de esquerda tendem a formar uma elite administrativa mais partidarizada. A ênfase recairá no caso brasileiro.

Palavras-chaves: Redemocratização, reformas do Estado, elites políticas, dirigentes públicos

Autores: Maria Celina, Araujo (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Austria / Österreich)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575