Logo

8587 - As estratégias programáticas da esquerda na América Latina: novos partidos, velhas dinâmicas?

O dilema entre ganhar espaço político (poder) e defender princípios programáticos (ideologia) está no cerne das teorias sobre o comportamento dos partidos políticos. Tais abordagens, que perpassam os estudos de Michels, Kirchheimer, Katz e Mair, Harmel e Janda, ressaltam que mudanças ideológicas são associadas a mudanças organizacionais decorrentes de choques ou transformações no ambiente da disputa política/eleitoral.

A pesquisa explora mudanças programáticas nos novos partidos de esquerda latino-americanos frente ao objetivo de vitória nas disputas presidenciais. Embora estes partidos se apresentem como ideologicamente coerentes, é provável que seus objetivos programáticos mudem de acordo com as estratégias adotadas nas campanhas eleitorais.

São estudados cinco casos recentes – MVR/PSUV (Venezuela), MAS (Bolívia), PNP (Peru), POLO (Colômbia), PAIS (Equador) – e seis que se organizaram entre 1970 e início dos 90 – PT (Brasil), FA (Uruguai), PS (Chile), PRD (México), FMLN (El Salvador), FSLN (Nicarágua). O período da pesquisa foca as eleições a partir de 1990.

A metodologia de análise de conteúdo é empregada para comparar os programas de governo das eleições, observando as mudanças longitudinais. A mesma estratégia é utilizada para comparar a ideologia do partido (documentos internos) com os programas das eleições, revelando os sacrifícios diante das alianças e disputas eleitorais. As variáveis abordam temas de política econômica, política social e consistência ideológica.

As trajetórias dos partidos revelam o impacto dos desafios eleitorais sobre o discurso programático. Por outro lado, permitem observar a manutenção de ênfases redistributivas ao longo dos anos. Este viés abre espaço para estruturar mecanismos de representação em um sentido mais amplo do que os vínculos clientelistas ou populistas, geralmente associados à política tradicional no contexto latino-americano.

Keywords: Partidos de esquerda, mudança programática, estratégia eleitoral.

Author: de Oliveira, Augusto (Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brazil / Brasilien)

Back

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575