Logo

9717 - Movimentos Sociais na América Latina: educação e ideologia no MST (Brasil) e EZLN (México)

O objetivo desta palestra é contribuir para a análise acerca das concepções educacionais e aspectos de convergências e divergências entre os discursos que fundamentam as práticas educacionais do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra, o MST, no Brasil e do Exército Zapatista de Libertação Nacional, os Zapatistas, no México. Nosso interesse reside em analisar como as propostas pedagógicas destes movimentos expressam as reivindicações da população do campo que historicamente lutam pela terra América Latina.

No caso zapatista suas reivindicações históricas vão ao sentido de uma apropriação coletiva da terra assim como são coletivas as decisões relativas à produção e à distribuição. No caso do MST observa-se, inclusive no campo educacional, propostas visando a organização de cooperativas assim como a coletivização da produção e da distribuição.

Consideramos que seus projetos educacionais refletem as ideologias destes dois movimentos, que expõem, em suas lutas, as contradições do sistema capitalista. Essas contradições se aprofundam conjuntamente com o avanço das políticas neoliberais, direcionando a luta dos movimentos contra essa tendência e suas conseqüências. Portanto faz-se necessário, o entendimento do neoliberalismo na América Latina, não somente como uma corrente econômica, mas também como uma forma de ditadura, que marginaliza e reprime as lutas e os movimentos sociais. O trabalho se fundamenta no resgate dos preceitos educacionais enquanto expressões de sua historicidade, ou seja, enquanto representações ideológicas de pessoas excluídas do acesso aos bens produzidos socialmente. Uma das principais reflexões oriundas desses movimentos é sobre as formas de atuação dos movimentos sociais, criando os novos caminhos dos novos movimentos sociais frente aos velhos dilemas.

Palavras-chaves: movimentos sociais, educação, ideologia, sem-terra, zapatistas.

Autores: Ferreira Mendes, Clécio (PUC-SP, Brazil / Brasilien)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575