Logo

6673 - Religião entre libertação e a dominação: desafios e perspectivas na América Latina

A religião, na América Latina, compõe a realidade história, cultural, social, simbólica. Sua trajetória está vinculada aos processos identitários, perpassa, paradoxalmente, a colonização, escravidão e também a descolonização, libertação. Como indica Stålsett (2004), a religião relativiza-se e revitaliza-se. A relativização provém de “las nuevas experiencias de pluralidad religiosa [...] llevan a la conciencia de que ‘mi’ religión sólo es una religión entre muchas”. A revitalização provém da construção da identidade no contato com religiões diferentes. “ Religión forma parte esencial de la identidad cuestionada bajo la presión de la globalización ”. A religião pode ser pró-sistêmica, anti-sistêmica ou ambas ao mesmo tempo, isto é, pode exercer a função de integração, promovendo o sistema, ou pode ser fonte de resistência e crítica, combatendo o sistema, sendo um espaço de alternativas ou ainda ambos, pois pode combater certos aspectos e ser a favor dos que lhe convêm. O papel da religião como resistência é fundamental à América Latina, onde a exclusão, a injustiça, a corrupção fragmentam a sociedade entre os privilegiados e os sem-direitos. Nesse sentido, o objetivo dessa palestra é discutir as possibilidades da religião ser espaço de resistência, principalmente, na experiência da ditadura no Brasil e no atual comprometimento com os direitos humanos. Como a religião pode lidar com sua histórica aliança com a colonização? Como a religião pode superar seus mecanismos internos de intolerância, fundamentalismos ou, até mesmo, de violência? No Brasil, a religião no espaço público possui um lugar ambíguo: de um lado, fomenta preconceitos e, de outro, é um espaço que motiva resistências, onde o Estado está ausente ou é o violador. A Teologia da Libertação, a Teologia Negra, a Teologia Indígena, a Teologia Feminista são porta-vozes de pessoas que lutam por sua cidadania, por justiça. Assim, religião pertence ao cenário de conflituosidade, de polissemia e de controvérsias.

Palabras claves: Resistência, Dominação, Cidadania, Religião, Ambiguidade

Autores: Oliveira, Kathlen Luana de (Escola Superior de Teologia, Brazil / Brasilien)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575