Logo

9102 - Xamanismo e mobilidade entre os Ye¿kuana

A proposta de discussão do GT terá como referimento o trabalho de campo entre os Ye kuana, (Brasil, TI Yanomami, Roraima). Uma característica fundamental desta população é a sua mobilidade sócio espacial, devido, entre outras coisas, a sua técnica de construção de canoas e navegação. Tal característica permitiu a eles o acesso a bens materiais e imateriais junto a outras etnias. O acesso ao conhecimento especializado é visto como sendo um processo de aquisição e transformação do próprio corpo. O exemplo mais elaborado neste sentido é a formação do xama, mas pode ser ampliada a outros especialistas, como os cantores e cantoras que realizam diversos rituais individuais e coletivos. Estes atores produzem efetivamente uma ação que contribui para o bem estar coletivo, entendido como a ausência de doenças e conflitos. Porém, com exceção do xama, lideres e cantores convivem com o risco de perderem seus conhecimentos e a sua posição. A manutenção desta condição passa pelo exercício de seus cantos e rituais e na manutenção de relações com seus aprendizes e mestres, assim como dos cuidados com os habitantes de uma aldeia. As boas relações estão no centro da construção de saberes e na manutenção de um bem estar coletivo. Os bens que circulam como pagamento nos rituais, não são apenas legítimos mas constituem parte do acesso ao ritual. Todo ritual deve ser pago, isso não se traduz automaticamente em uma mercantilizaçao de um serviço, faz parte da mediação e repetição necessária de um modelo de troca no tempo primordial que permitiu uma relação especial dos Ye’kuana a estes conhecimentos. O exemplo Ye’kuana convida a uma reflexão sobre um modelo de xamanismo isolado e puro que para eles parece nunca ter existido e a uma suposta mercantilizaçao de curas onde o pagamento permite o acesso sem implicar necessariamente no “mercado”.

Keywords: xamanismo, conhecimento, mobilidade, ye¿kuana

Author: Moreira, Elaine (UFRR - Universidade Federal de Roraima, Brazil / Brasilien)

Back

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575