Logo

7967 - O SISTEMA PATRIMONIAL: o caso da cidade de Goiás (Brasil)

Com base em minha etnografia na cidade de Goiás (Centro-Oeste do Brasil), reconhecida pela UNESCO como patrimônio mundial , desenvolvi a noção de sistema patrimonial, a fim de pensar a relação (1) entre as várias categorias de patrimônios, e (2) entre os vários planos nos quais se dão as políticas e práticas patrimoniais: local, nacional e mundial. Como um todo integrado (o que não significa um todo harmonioso e nem em equilíbrio), o sistema patrimonial é ao mesmo tempo um sistema de relações sociais, arranjos econômicos, processos políticos, categorias culturais, normas, valores e idéias. Assim, as dimensões do patrimônio vilaboense — público, privado e religioso — são equacionadas de maneira sistêmica em que cada elemento patrimonial surge integrado, nas diferentes interações entre as partes. Ciente de que não são os sistemas naturalmente estáveis, trato o sistema patrimonial em Goiás, como propôs Leach, “como se fosse parte de um equilíbrio global”. Além disso, indico que os sistemas patrimoniais devem ser observados em relação ao seu contexto social, indicando que a perspectiva histórica é fundamental. Sendo o simbólico pragmático, o sistema é síntese da reprodução e variação. A idéia de “interanimation”, significando a inseparabilidade da vida das pessoas com relação aos lugares em que elas vivem, é aplicada para interpretar a inseparabilidade da vida dos vilaboenses com relação aos lugares vividos cotidiana e ritualmente — nos quais têm efeito toda sorte de celebrações, manifestações e trocas simbólicas — quanto para a relação entre as várias categorias patrimoniais. É da relação entre os vários patrimônios e múltiplas esferas de ação social (econômica, política, religiosa, social, familiar etc.) que proponho pensarmos os sistemas patrimoniais.

Palabras claves: Patrimônio mundial; sistemas; interanimação;

Autores: Tamaso, Izabela (Universidade Federal de Goiás, Brazil / Brasilien)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575