Logo

6524 - Restaurando com imagens as trilhas conceituais e os percursos acadêmicos de uma comunidade interpretativa: antropologia urbana no Brasil

Esta palestra é de autoria de Ana Luiza C. da Rocha e Cornelia Eckert. Nossa pesquisa é desenvolvida no Banco de Imagens e Efeitos Visuais (PPGAS/UFRGS) que reúne um acervo digital de dados etnográficos sobre a memória coletiva, itinerários e formas de sociabilidade nas cidades contemporâneas. Na modalidade de um banco de conhecimento sobre as cidades brasileiras o projeto dirige-se à criação de narrativas etnográficas multimídia e à sua circulação na Internet. Para relacionar essas narrativas etnográficas com o campo intelectual de reflexão sobre antropologia urbana no Brasil, criamos, em 2003, um projeto intitulado “Narradores urbanos: estudo da trajetória intelectual de antropólogos brasileiros”. A proposta contempla a realização de documentários sobre a geração de antropólogos que fundam e consolidam a linha de pesquisa Antropologia urbana no Brasil. Seguimos as etapas de pré-produção com elaboração de roteiro e consentimento dos antropólogos e extroversão da produção do material fílmico pela circulação do conhecimento na forma de coleções etnográficas (DVD) e inserção em sistema WEB a memória narrada da trajetória destes antropólogos. A produção segue uma proposta de etnografia da “duração” (Gaston Bachelard) refletindo sobre as imagens que configuram uma comunidade interpretativa de antropologia urbana no Brasil. As imagens editadas e inventariadas em coleções etnográficas seguem o método de convergência de imagens (Gilbert Durand) tendo por fonte: 1) registros sonoros e visuais produzidos pelas próprias realizadoras, fora do contexto de entrevista, em suas experiência etnográficas nas metrópoles em questão, 2) imagens fotográficas de acervo, geralmente, evocadas nas falas dos narradores sobre as cidades por eles estudadas, obtidas na etapa seguinte, a de pós-produção e,3) imagens das entrevistas. Nessa etapa, a de produção do roteiro de edição, o quadro conceitual da Antropologia urbana é retomado com o estudo das imagens sonoras e visuais editadas em vistas da criação das coleções etnográficas, permitindo, finalmente, que a figura de cada um dos antropólogos, no interior de um estilo de Antropologia.

Palavras-chaves: campo conceitual, antropologia visual, antropologia urbana, memória compartilhada, etnografia nas cidades brasileiras

Autores: Eckert, Cornelia (UFRGS, Brazil / Brasilien)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575