Logo

9963 - Re-ordenamento territorial, urbanização e fecundidade entre diferentes povos indígenas na Amazônia Brasileira

O presente trabalho apresenta uma análise dos diferentes níveis e perfis da fecundidade feminina de alguns povos indígenas na Amazônia brasileira: Xavante, Suyá, Kaiabi, Kamaiurá e Ikpeng, na região Xingu e leste do Mato Grosso, e no alto rio Negro, Amazonas, os povos Tukano, Baniwa, Baré e Maku (Dow e Hupdë). A partir da análise do comportamento reprodutivo das mulheres indígenas desses povos, tomaremos alguns indicadores demográficos como: idade da mulher ao ter o primeiro filho, perfil etário das mulheres ao terem filhos, idade da mulher ao ter o último filho, número de filhos tidos nascidos vivos de mulheres por idade das mulheres, proporção das mulheres de 12 a 19 anos que possuem filhos, e proporção de mães entre os outros diferentes grupos etários e média dos intervalos intergenésicos por idade das mulheres. A partir desses indicadores, relacionados com o perfil e dinâmica demográfica de cada povo, faremos análises antropológicas sobre as concepções próprias sobre saúde reprodutiva das mulheres e a situação atual da distribuição espacial da população nas terras indígenas e em cidades de pequeno e médio porte próximas às mesmas. O pressuposto teórico desse trabalho apóia-se na idéia de Heloísa Pagliaro, Meyer Fortes, Ricardo Ventura Santos e Susan Greenghalg, entre outros antropólogos/demógrafos, para os quais a dinâmica demográfica de populações específicas é estreitamente relacionada com questões culturais tais como regras de casamento e residência e padrões de assentamento e ocupação espacial da população. Co-autoras: Carmen Junqueira e Taciana Vitti

Keywords: Povos indígenas; Demografia; Antropologia; Territorialidade; Amazônia

Author: Azevedo, Marta Maria (UNICAMP, Brazil / Brasilien)

Back

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575