Logo

9551 - Universidade e Sociedade: a experiência do Painel de Especialistas no caso Belo Monte, Amazônia Brasileira

Nesta primeira década do século XXI, o governo brasileiro retomou o processo de implantação de infra-estrutura para viabilizar a exploração dos recursos naturais da Amazônia, destacando-se a construção de grandes hidrelétricas.

Neste trabalho, relatamos a experiência do chamado “Painel de Especialistas para análise crítica dos Estudos de Impacto Ambiental de Belo Monte”, constituído durante o processo de licenciamento ambiental deste empreendimento (2009-2011), com o objetivo de analisar os limites e possibilidades da relação universidade e sociedade, em um contexto de prevalência de interesses de grupos econômicos de diversos setores da economia – especialmente daqueles voltados e/ou envolvidos com a exploração dos recursos naturais da Amazônia (extração e indústria da mineração e madeireira; indústria da construção civil; agroindústria, comércio e transporte).

Trata-se da constituição de um grupo de 40 especialistas, vinculados a diversas universidades brasileiras e estrangeiras, que voluntariamente realizaram a análise dos estudos de impacto ambiental e o relatório de impacto ambiental de Belo Monte, interpondo-se como ator no debate público e decodificando as informações técnicas para as lideranças dos movimentos sociais e indígenas.

A análise desta experiência pode contribuir para refletir sobre as possibilidades de crítica e reação a intervenções estatais que se caracterizam pela expropriação das populações locais, revestida de sofismas desenvolvimentistas e retórica técnica supostamente neutra.

Palavras-chaves: Belo Monte, Painel de Especialistas, ação social, grandes barragens

Autores: Magalhaes, Sonia (Universidade Federal do Para, Brazil / Brasilien)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575