Logo

8470 - Várzea da Marituba - Brasil: imagem e texto tecendo memórias

A tentativa de estabelecer possíveis “Diálogos nas Américas” se insere no bojo de uma crise sócio-ambiental sobre determinadas culturas tradicionais ribeirinhas e na carência efetiva de políticas e de recursos que dêem conta de um quadro de ameaças generalizado. O cenário é o das áreas úmidas, ou de várzea, no rio São Francisco, no Nordeste do Brasil. O contexto remete à relação entre território, patrimônio (i)material e memória social. O objetivo consiste em problematizar e conferir visibilidade à Várzea da Marituba, localizada em Alagoas, expressão de uma etnoecologia enquanto um tipo de representação que envolve natureza e cultura, sociedade e economia, inércia e política, binômios vinculados a um ecossistema ameaçado há décadas pelo poder econômico regional e local e, mais recentemente, pela expansão da monocultura canavieira, além das políticas federais de energia, irrigação e transposição das águas do referido rio. Logo, a relevância desta palestra se justifica pelo fato de considerar essa Várzea como um pólo da cultura tradicional do arroz – embora hoje parte de suas terras tenha se tornado inadequada à agricultura de base familiar – e da atividade piscosa. O recorte teórico metodológico está voltado para uma leitura que situa o conceito de “civilização anfíbia” e de memória como um trabalho social que combine presente e passado, esquecimento e memória social, estado e sociedade, monocultura e diversidade, monopólio econômico e produção familiar. O ponto de partida envolve um conjunto particular de fontes documentais, cuja representação é a fotografia, a literatura e a oralidade e também relatórios de impacto ambiental sobre a Várzea da Marituba. Portanto, esta proposição se inscreve em reflexões sobre o patrimônio territórial, para que possamos reunir um conjunto de contribuições e um olhar cuja finalidade é reverter esse atual panorama, no horizonte dessas populações camponesas e pesqueiras do Baixo São Francisco alagoano e, por extensão, sergipano.

Palabras claves: Áreas Úmidas, Várzea da Marituba, Memória Social, Etnoecologia, Civilização Anfíbia

Autores: Lima, Maria de Lourdes (Universidade Federal de Alagoas, Brazil / Brasilien)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575