Logo

7658 - Usos tradicionais e apropriação dos recursos naturais em áreas de projetos de desenvolvimento e de gestão de Unidades de Conservação no Sertão de Pernambuco, Brasil

No Brasil, o interesse do Estado, e suas atuações ministeriais, residem em projetos de desenvolvimento associados ao crescimento da economia e ampliação de infra-estruturas, muitas vezes limitando o acesso direto aos recursos ambientais. Ações do Estado engendram diferentes transformações, tanto através de impactos de grandes projetos nacionais, quanto da criação de Unidades de Conservação da biodiversidade, e ambas ligadas à perspectiva de desenvolvimento e crescimento econômico, seja para legitimar as transformações no ambiente, como na geração de energia hidrelétrica em larga escala, seja para aprimorar um discurso que supostamente valoriza os bens patrimoniais de interesse nacional. Na região semi-árida no NE brasileiro observa-se uma situação de conflito de interesses que contrapõe o interesse nacional e dos grupos historicamente relacionados aos recursos naturais locais. Muitos grupos buscam uma gestão mais participativa dos recursos naturais e econômicos, especialmente as populações tradicionais, que reivindicam condições diferenciadas e acesso direto a estes recursos. A partir de uma prospecção etnográfica e de uma abordagem qualitativa de pesquisa, que leve em conta os saberes da antropologia e da geografia, buscaremos apresentar informações atuais sobre os impactos até agora mensurados por atores coletivos, que vivenciam um processo de transformações em seus espaços sociais. Buscar-se-á descrever as relações sociais, de uso e ocupação dos recursos naturais, como hídricos, agrícolas e silvícolas, especialmente diante de ações resultantes do Projeto de Integração das Bacias do Rio São Francisco, entre outras obras de grande porte que estão sendo planejadas na região, e também as que definem as categorias de Unidade de Conservação, como a do Parque Nacional do Catimbau, situando as demandas sociais ora surgidas, em virtude das conseqüências trazidas pelos impactos já vivenciados por estes grupos. Co-autora: Eliana de Barros Monteiro

Palabras claves: Conflitos Sócio-ambientais, Recursos Naturais, Projetos de Desenvolvimento, Unidades de Conservação

Autores: Proença, André Luiz (Universidade Federal de Pernambuco, Brazil / Brasilien)
Co-Autores: Monteiro, Eliana de Barros (UNIVASF, Petrolina, Brazil / Brasilien)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575