Logo

9337 - A PERMANÊNCIA DE PRÁTICAS TRADICIONAIS EM RESERVAS EXTRATIVISTAS EM MACHADINHO DO OESTE, ESTADO DE RONDÔNIA- BRASIL: UM RECORTE TERRITORIAL DA AMAZÔNIA LEGAL

Este trabalho discute a situação das Reservas Extrativistas (RESEXs) no Município de Machadinho do Oeste no estado de Rondônia/Brasil. O processo de ocupação no município ocorreu pela implantação de projetos de assentamentos governamentais diferenciados, configurado pelas atividades ligadas a agricultura, exploração madeireira e, posteriormente, a pecuária. O manejo de recursos florestais, dadas às características e potencialidades da região, se coloca como base para se alcançar um desenvolvimento sustentável. Atualmente o Estado de Rondônia conta com 25 Reservas Extrativistas, sendo que 16 fazem parte da Região do município de Machadinho do Oeste e 15 delas foram originadas a partir de áreas de antigas Reservas Florestais criadas em blocos no Projeto de Assentamento Machadinho, origem do município. As atividades extrativistas são significativas para o município, pois estas áreas são ocupadas por populações tradicionais com a prática de um modelo de uso diferente do que se observa no entorno dessas unidades, tendo como principal produto explorado a borracha, além da castanha e óleo de copaíba. O Desafio está em como manter essas práticas e torna-las sustentável do ponto de vista econômico. Para tanto se propõe aqui a abordagem de aspectos relevantes ao manejo extrativista. Como premissa, o trabalho discute o contexto da formação e desenvolvimento do municipio objeto de estudo e identifica os produtos extrativistas que geram renda para o município. O estudo foi desenvolvido utilizando dados secundários existentes em documentos oficiais de Órgãos Públicos, e por dados primários, obtidos por meio de entrevistas realizadas com os representantes das RESEXs, povos tradicionais, e outros atores envolvidos no processo do extrativismo na região.

Palabras claves: RESEXs, Manejo Florestal, Machadinho do Oeste., Extrativismo

Autores: Costa, Gleimiria (Universidade Federal de Rondônia-UNIR, Brazil / Brasilien)
Co-Autores: Siena, Osmar (Universidade Federal de Rondônia, Porto Velho/RO, Brazil / Brasilien)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575