Logo

9935 - Novos arranjos sociais e o desenvolvimento local ¿ percepções sobre o Programa Cultura Viva

O objeto deste trabalho é refletir sobre o Programa Cultura Viva, uma ação do Ministério da Cultura que iniciou suas atividades no ano de 2004. U ma estratégia utilizada pelo governo brasileiro com o objetivo de arregimentar processos de interações sociais entre o Estado e a sociedade civil, além de potencializar a criação de novas dinâmicas sociais. O intuito desta análise é o de tentar delinear alguns dos elementos fundamentais presentes nesta ação, são alguns deles: gestão compartilhada, desenvolvimento local e protagonismo social.

Entende-se que o Programa Cultura Viva pode ser visto como o resultado de um longo processo de mudança de percepção sobre a importância da cultura e de seu entendimento em um sentido mais alargado. Acredita-se que algumas das raízes que fundamentaram e fizeram desta temática uma política estão ligadas ao surgimento da ideia de diversidade cultural e da percepção de desenvolvimento de arranjos locais.

Levando em conta o percurso de análise de uma Política Pública, buscam-se indícios que apontem para a interligação deste Programa de Governo, elaborado e executado no âmbito nacional, com influências externas e internas, tais como: o pensamento proposto pela UNESCO com o propósito de fomentar o desenvolvimento de arranjos locais.

Pode-se entender que esta aproximação entre Cultura e desenvolvimento pode ser decorrente, segundo Alfons Martinelli (2003), deste caráter duplo da cultura. Neste sentido, as políticas públicas e o processo de agendamento das mesmas devem “reconhecer e estimular a dupla dimensão da cultura para o desenvolvimento: a tangível, que se refere aos aspectos quantitativos e materiais, e a intangível, que se compõe de valores, comportamentos, direitos e tendências”. Propõe-se, portanto, uma reflexão baseada na experiência proposta pelo governo brasileiro e que vem ganhando grande reverberação em países da América Latina.

Palabras claves: Programa Cultura Viva; novos arranjos sociais; gestão compartilhada; desenvolvimento local

Autores: Lima, Deborah (Fundação Casa de Rui Barbosa, Brazil / Brasilien)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575