Logo

6466 - De DEBRET à MARC FERREZ: considerações iconográficas sobre o retrato da mulher brasileira no século XIX sob a perspectiva da afirmação da disciplina higiênica nos lugares e nas formas de convivência familiar e comunitária

Por meio do seminário, ora proposto, pretende-se analisar as diferentes formas de representação artística do retrato feminino no Brasil, através da análise das obras de importantes artistas que representaram a mulher brasileira no início ( Debret ) e no final ( Marc Ferrez ) do século XIX, na pintura e na fotografia, respectivamente. Pretende-se, assim, avaliar a reconfiguração artística da mulher ocorrida no período destacado, relacionando-a com as alterações nas relações íntimas e sociais da família a partir da introdução da concepção iluminista de cidade e a conseqüente afirmação da disciplina higiênica, que doravante serviria como fundamento para o tratamento discriminatório dado às mulheres incluídas nas “ classes perigosas ” (em geral, mulatas, pobres e mães solteiras) frete à “ família de elite ”. Com efeito, conclui-se que a tutela da família, no período, teve como características as seguintes contradições: (1) a construção do ambiente adequado para as relações sociais da família de elite, que importaram na segregação das classes perigosas ; (2) a incapacidade de constituir relações sociais que não aquelas marcadas pelo medo, potencializando-se o apartheid convivial na cidade industrial, em que o espaço público é enxergado como local de perigo social, triaga da violência e ocupado essencialmente pela “ infância perdida ”; (3) a incongruência entre o arcabouço legislativo que regulamenta as relações familiares e o afluxo dos sentimentos de afeto entre os membros do núcleo familiar – em especial na maior atenção dada à infância registrado pela historiografia – na medida em que apenas com o advento dos direitos humanos, a partir da segunda metade do século XX, é que a família eudemonista – aquela voltada para o afeto e a realização de seus membros – teve efetiva proteção legislativa.

Palabras claves: iconografia, retrato da mulher, apartheid convivial

Autores: Patrão, Benedicto (Unilasalle - RJ, Brazil / Brasilien)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575