Logo

8750 - Palcos e cenários urbanos: em que estado se encontram?

A partir do princípio de que os centros das cidades latino-americanas contribuem para a realização de atividades culturais e manifestações populares, atraindo-as pelos seus aspectos de centralidade, valor histórico, memória e identidade, pode-se considerar as edificações e espaços públicos dos centros como palco e cenário das nossas cidades. No entanto, é preciso perguntar em que estado de conservação estes lugares – palcos e cenários - se encontram para receber o artista, o espectador, o turista e o morador. Este trabalho pretende apresentar uma análise sobre o centro de Porto Alegre, cidade localizada na região sul do Brasil, discutindo em que condições físicas se encontram edificações e espaços públicos, os quais servem ou poderiam servir de lugar de encontro e espetáculo. Os resultados que este trabalho apresenta são parte integrante de uma pesquisa que procurou identificar os principais fatores e mecanismos de degradação em edificações do patrimônio cultural, utilizando esta cidade como estudo de caso. Entre estes fatores, se encontra como relevante a ação do homem - ou muitas vezes, poderíamos até dizer, a sua omissão - caracterizada pelo desgaste pelo uso, a falta de conservação preventiva, as intervenções indevidas, além dos atos de vandalismo e até mesmo do abandono. Por fim, o texto procura discutir alternativas de conservação e restauração do patrimônio arquitetônico permanente na área central e adjacências, que poderiam contribuir para uma vida urbana cultural mais dinâmica nesta cidade.

Palavras-chaves: conservação, restauração, patrimônio histórico, Porto Alegre

Autores: Lersch, Inês Martina (Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS, Brazil / Brasilien)

atrás

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575