Logo

4789 - AS PERMANÊNCIAS CULTURAIS DOS SERTANEJOS DA BAHIA

Os estudos que se referem à saúde sob o ponto de vista cultural refletem a necessidade de uma política transformadora que mude efetivamente as posturas utilizadas nas ritualizações de cura, ligadas a questões religiosas e culturais em comunidades do Nordeste brasileiro. As visões e versões observadas nessas realizações apontam a dissociação entre a técnica médica e a prática cultural como um problema que se torna de saúde pública. Também enfatizam as questões pertinentes à tradição e modernidade, às permanências culturais e ressignificações de princípios e procedimentos. A falta de conhecimento aliada à resistência em manter hábitos e costumes regionais como forma de identidade, precisam ser repensadas, uma vez que os procedimentos elementares de higiene, não são utilizados. A mudança de paradigmas no pensamento coletivo nordestino só será efetivada a partir de discussões e debates que promovam a desmistificação de estruturas mentais contrárias à construção de novas estruturas culturais.

Keywords: Nordeste brasileiro, Identidade, Estruturas mentais

Author: dŽAvila, Tiago (Fiocruz, Brazil / Brasilien)

Back

University of Vienna | Dr.-Karl-Lueger-Ring 1 | 1010 Vienna | T +43 1 4277 17575